Colégio de Oftalmologia nega que responsabilidade na polémica dos benefícios de deficiência seja dos médicos

Clique na imagem para visualizar o vídeo

Corrida à Segurança Social começou depois de começar a circular nas redes sociais que bastava usar óculos para receber o subsídio.

O presidente do Colégio de Oftalmologia da Ordem dos Médicos nega que a responsabilidade na polémica dos benefícios de deficiência atribuídos a jovens seja dos profissionais de saúde.

Em entrevista na Edição da Noite da SIC Notícias, António Augusto Magalhães é da opinião que os médicos devem atestar o estado de saude e de doença dos seus doentes, sempre que isso lhe for solicitado.